segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Vestibular - Questões de Globalização e Conflitos

01. (IBMECRJ) A chamada Nova Ordem Mundial, que marcou o final do século XX, é caracterizada por uma série de importantes acontecimentos, EXCETO:
a) A queda do Muro de Berlim.
b) A implosão da União Soviética.
c) A redemocratização da Europa Oriental.
d) A reunificação da Coréia.
e) O fim da Guerra Fria.

02. O fim da Guerra Fria entre os EUA e a URSS e o novo avanço do capitalismo com a globalização mundial estabeleceram uma nova ordem geopolítica. Sobre esse assunto é correto afirmar que:
a) houve a eliminação das fronteiras nacionais com a fusão de países em blocos econômicos regionais e o surgimento do
domínio das tecnologias de ponta pelos novos países industrializados e subdesenvolvidos.
b) surgiram áreas de livre comércio como reservas de mercado para multinacionais, disputas entre capitalismo e socialismo representadas por EUA e pela União Européia.
c) houve a divisão do mundo em Primeiro Mundo (países capitalistas desenvolvidos), Segundo Mundo (países socialistas) e Terceiro Mundo (países capitalistas subdesenvolvidos e os de economia em transição do socialismo para o capitalismo).
d) surgiram blocos econômicos regionais; novos centros de poder – como o Japão e a União Européia – e tensões entre interesses políticos e econômicos dos países desenvolvidos do Norte e subdesenvolvidos do Sul.

03. (Ufla) Em um rap contra o terrorismo, um “George Bush” virtual assume que o que faz, na luta contra o terror, é correto e que ele próprio irá esmagar os insurgentes. Num trecho da música, “Bush” afirma: “Veja só o Iraque. Já disse que os libertei? Vocês todos podem me agradecer por isso.”
Marque a alternativa CORRETA sobre a alusão que a letra da música faz ao momento político vivenciado pelo Iraque.
a) Ao fim do regime do Taleban, que, a partir da intolerância religiosa, governava todos os países
do Oriente Médio.
b) Ao conflito da Caxemira, devido às disputas pelo controle do petróleo nessa região iraquiana.
c) À derrubada de Sadan Hussein após a invasão das forças americanas, sem a permissão da ONU.
d) À invasão da Península do Sinai pelo Iraque, que passou a controlar as armas químicas e biológicas
produzidas a partir de então.

04. (Ufam) Na passagem da década de 80 para a de 90, com o final da oposição entre o socialismo e o capitalismo, emergiram conflitos de interesse fundamentalmente econômico entre países capitalistas desenvolvidos e países capitalistas subdesenvolvidos. Trata-se da oposição:
a) Leste e Oeste
b) Norte e Sul
c) Ocidente e Oriente
d) Bipolar
e) Não-alinhada

05. (Unifei) Os americanos reelegeram George W. Bush para mais quatro anos de mandato nos EUA. Apesar de ter sido um governo bastante controverso, ter rompido com velhas alianças e desrespeitado importantes organismos internacionais, como a ONU, o eleitorado norte-americano apóia a “doutrina Bush” no que diz respeito ao chamado “eixo do mal”. Quais são os principais países que se diz fazerem parte desse “eixo”?
a) Líbia – Cuba – Coréia do Norte.
b) Iraque – Cuba – Egito.
c) Irã – Coréia do Norte – Iraque.
d) Líbia – Irã – Egito.

06. (Cesgranrio) No mundo globalizado em que vivemos, Estados Unidos, Japão e Alemanha representam os mais importantes centros geográficos. Entretanto, também a China se vem destacando no cenário mundial, recentemente, em virtude de sua:
a) importância cultural.
b) extensão territorial.
c) atuação diplomática.
d) massa de população.
e) capacidade de exportação.

07. (UFOP) “São as empresas globais e não as nações que definem as estratégias globais nas quais as atividades são localizadas em muitos países.” (PORTER, M. E. A vantagem competitiva das nações. Rio de Janeiro: Campus, 1993, apud JANSEN et al. Estratégias de sobrevivência para pequenas e médias empresas em ambientes globalizados: um estudo de caso do setor eletroeletrônico. Gestão & Produção, v. 12, n. 13, p. 405-416, set./dez. 2005).
A afirmativa transcrita acima expressa uma opinião corrente acerca do atual processo de globalização da economia. Sobre essa questão, assinale a afirmativa incorreta.

a) A economia mundial conseguiu tornar-se verdadeiramente global com base na nova infra-estrutura, propiciada pelas tecnologias da informação e da comunicação.
b) As nações subdesenvolvidas estão criando restrições à entrada de capitais por meio de barreiras comerciais e do aumento da regulamentação dos seus mercados financeiros e de trabalho.
c) O processo atual de mundialização da economia capitalista é acionado pelas corporações transnacionais, apoiadas pelos governos dos países capitalistas centrais.
d) Um fator determinante para a incorporação ao processo de globalização econômica é a adoção de políticas de desregulamentação e de liberalização postas em prática pelos governos e pelas instituições internacionais.

08. (UTRPR) Podemos definir, em linhas bem gerais, o “Neoliberalismo” como um conjunto de idéias políticas e econômicas que defende a não participação do Estado na economia. De acordo com esta doutrina, deve haver total liberdade de comércio (livre mercado), pois este princípio garante o crescimento econômico e o desenvolvimento social de um país. Com base nesse entendimento, analise as afirmações abaixo:
I) Nas últimas décadas, as trocas comerciais têm sido acompanhadas de um gigantesco crescimento nos movimentos internacionais de capitais, feitos com o objetivo de buscar um maior equilíbrio social
internacional, transferindo renda aos países pobres.
II) Um dos primeiros governos ocidental a inspirar-se em tais princípios foi o de Margareth Thatcher na Inglaterra, a partir de 1980. Ela enfrentou os sindicatos, fez aprovar leis que lhes limitassem a atividade, privatizou empresas estatais, afrouxou a carga tributária sobre os ricos e sobre as empresas e estabilizou a moeda.
III) No final dos anos 90, com as manifestações públicas nos encontros da OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico), em Seattle, em 1999, e em Gênova, em 2000, cresceram as análises sobre os movimentos de resistência ao neoliberalismo.
IV) O “Fórum Social Mundial” foi uma proposta de contraposição ao “Fórum Econômico Mundial” de
Davos, na Suíça, e originalmente realizado no mesmo período de tempo, anualmente.
Estão corretas somente as proposições:
a) I, II e III.
b) I, III e IV.
c) II, III e IV.
d) I e IV.
e) I e II.

09. (UNIFEI) O G-8 é um órgão informal, mas exclusivo, cujos membros têm como objetivo enfrentar desafios considerados globais, por meio de discussões e ações conjuntas. As metas visam aumentar a cooperação comercial e financeira, promover a democracia e resolver conflitos entre países. Fazem parte do G8, além de Itália, França, Alemanha, Grã-Bretanha, Estados Unidos da América e Japão, os seguintes países:
a) China e Rússia.
b) Canadá e Brasil.
c) China e Espanha.
d) Canadá e Rússia.

10. (Uemg) A expansão, em escala planetária, das atividades das multinacionais fez crescer entre essas
empresas a disputa por partes cada vez maiores de um mercado consumidor atualmente integrado pelo processo de globalização. Assinale, a seguir, a alternativa em que NÃO foram apresentados elementos característicos das empresas multinacionais.
a) Diminuição do tamanho das unidades de produção, com o uso de alta tecnologia.
b) Otimização dos processos de produção, diminuindo, por exemplo, os desperdícios com
matérias-primas.
c) Aumento dos investimentos em marketing e propaganda, divulgando informações a respeito de serviços e produtos.
d) Concentração do processo produtivo e comercial em um único país.

11. (Puc-mg) A economia globalizada caracteriza-se por extrema movimentação de capitais, que circulam
diariamente por diferentes mercados financeiros do mundo. Em muitos casos, esses capitais
direcionam-se para investimentos produtivos; porém, em grande parte, essa movimentação tem
caráter especulativo, que pode devastar economias mais frágeis.
Entre as características que essa fase do Capitalismo apresenta, fase essa marcada pela supremacia
do capital financeiro sobre o capital produtivo, é INCORRETO afirmar que ocorre:
a) um amplo movimento de abertura econômica e de redução do papel regulador do Estado sobre os
capitais privados.
b) a formação de megablocos econômicos, que tendem a promover uma ampla abertura comercial e
financeira entre seus membros.
c) a universalização de direitos sociais, que se estendem ao conjunto das populações mundiais, uniformizando o processo de desenvolvimento.
d) a redução do papel do Estado nas economias nacionais, por meio da privatização de empresas e
atividades econômicas anteriormente exercidas por empresas estatais.

12. (Fmtm) Considere o texto apresentado.
Lenovo é uma inovadora companhia de tecnologia internacional resultante da aquisição pelo Grupo Lenovo da Divisão de Computação Pessoal da IBM. As sedes executivas da Lenovo estão situadas em Purchase, New York, E.U.A., e as operações principais em Beijing, China, e Raleigh, North Carolina, E.U.A., com uma rede empresarial de vendas abrangendo 160 países. A companhia emprega mais de 19.000 pessoas no mundo inteiro.
(www.lenovo.com. Acessada em 15.10.2007.)
O conteúdo apresentado pode ser sintetizado com as seguintes palavras-chave:
a) choque de civilizações, novos países industriais, tigres asiáticos, 2.ª Revolução Industrial.
b) Guerra Fria, crise do socialismo real, expansão das multinacionais, países em desenvolvimento.
c) 3.ª Revolução Industrial, capital transnacional, nova ordem mundial, globalização da economia.
d) países subdesenvolvidos, empresas multinacionais, mão-de-obra barata, recursos minerais.
e) blocos econômicos, dívida externa, abertura comercial, aliança militar.

13. (Uesc)
Nas últimas décadas, muitos países que tinham uma economia voltada basicamente para o setor primário têm recebido em seus territórios filiais ou subsidiárias de multinacionais, fato que vem modificando profundamente seus perfis econômicos e suas funções dentro da atual divisão internacional do trabalho. (DIT).
(BOLIGIAN; BOLIGIAN, 2004, p. 276).
Com base nas informações do texto e nos conhecimentos sobre a DIT e suas implicações, é correto afirmar:
a) A implantação das multinacionais, nos países periféricos, geraram grandes lucros, porque o lucro era reinvestido no seu território, diversificando o processo produtivo.
b) A nova DIT não alterou as desigualdades no processo produtivo, mas possibilitou o dinamismo da economia de todos os países do Terceiro Mundo, devido à interferência estatal.
c) Os países de industrialização clássica, como o Brasil, o México e a Argentina, saíram mais fortalecidos que os demais países periféricos, porque os investimentos externos produtivos priorizam esses mercados.
d) Essa nova Distribuição Internacional do Trabalho caracteriza-se pela mudança do perfil econômico das nações periféricas e pela diminuição da dependência econômica dessas nações.
e) Os países centrais, na nova Distribuição Internacional do Trabalho, fornecem produtos e serviços com alto conteúdo tecnológico e os países periféricos, produtos de primeira e segunda geração industrial.

14. (IBMECRJ) As afirmativas a seguir se referem aos aspectos do processo de integração nas diferentes fases de formação de um bloco econômico. Analise-as.
I - A Zona de Livre Comércio corresponde à fase em que as tarifas alfandegárias são reduzidas ou mesmo eliminadas, e as mercadorias produzidas no âmbito dos países que compõem essa Zona circulam livremente de um país para outro e para o exterior.
II - Na fase da União Aduaneira, além das mercadorias produzidas no âmbito do bloco circularem livremente de um país para outro, é estabelecida uma tarifa externa comum (TEC), para o comércio com os países que não formam o bloco. Essa fase é caracterizada, também, pela livre circulação de pessoas.
III - No Mercado Comum, além do livre comércio de mercadorias entre os países membros do bloco e da existência de uma TEC para o comércio com países de fora, ocorre a existência, no bloco, da livre circulação de pessoas, de serviços e de capitais.
IV - Na fase da União Monetária, o bloco tem características da fase de Mercado Comum, somando-se a essas uma unificação institucional do controle do fluxo monetário, e é estabelecida uma moeda única.
Assinale:
a) Se as afirmativas I e II estiverem certas.
b) Se as afirmativas II e III estiverem certas.
c) Se as afirmativas I e IV estiverem certas.
d) Se as afirmativas III e IV estiverem certas.
e) Se as afirmativas I, II e IV estiverem certas.

15. (UESPI) A nova divisão internacional do trabalho, em conjunto com a nova economia política, trouxe importantes mudanças para o sistema interestatal, que se configura como a forma política do sistema mundial moderno. Sobre esse assunto, é correto afirmar que:
a) se acentuou consideravelmente a tendência para os acordos políticos interestatais, como, por exemplo, a União Européia e o Mercosul.
b) os Estados periféricos e semiperiféricos passaram a exercer um controle absoluto sobre a soberania efetiva dos Estados hegemônicos.
c) se reduziu, aceleradamente, a privatização das indústrias e dos serviços.
d) os novos sistemas de produção flexível foram substituídos pelo sistema de produção fordista.
e) aumentou o modelo de estatização dos serviços de bem-estar social e diminuiu a expansão do terceiro setor.

16. (Ufpi) Uma das características do mundo atual é a criação de blocos econômicos, mercados comuns entre grupos de nações, com a finalidade de ampliar as relações entre os países membros e também com outros povos do mundo.
Com relação a esse assunto, aponte as afirmações verdadeiras (V) e as falsas (F):
( ) São parceiros do acordo do livre comércio da América do Norte, conhecido como NAFTA, Estados Unidos, Canadá, México e Venezuela.
( ) México e Venezuela integram o acordo conhecido como NAFTA, porque dispõem de petróleo em
abundância para negociar favoravelmente os produtos industrializados de que necessitam.
( ) A ALCA (Área de Livre Comércio das Américas) é uma proposta de integração nacional, com o intuito de abranger todos os países das Américas, exceto Cuba.
( ) Entre os bons resultados alcançados pela União Européia (bloco constituído pela maioria das nações da Europa) estão a integração econômico-monetária ou a criação da moeda única e o livre trânsito das pessoas residentes nos países membros.
( ) Na América do Sul, a criação do Pacto Andino, constituído pelo Chile, Peru e Bolívia, e o Mercosul, pelo Brasil e Argentina, propiciou áreas de livre comércio entre esses países, oportunizando a negociação com blocos econômicos.
Assinale a alternativa correta:
a) F-F-V-V-F
b) V-F-V-F-V
c) V-V-F-F-V
d) F-V-F-F-V
e) F-V-F-V-F

17. (Unifor) Os mercados mundiais de produtos agrícolas são muito instáveis pois as variações de preços representam um risco para países
a) como a China que, dependendo de importações de cereais, acabam criando grandes déficits na balança comercial pelo que desembolsam na compra dos produtos.
b) tradicionalmente produtores como o Canadá e a Austrália que, exercendo grande domínio sobre os mercados, sentem-se ameaçados de perder a posição frente aos baixos preços.
c) tradicionalmente exportadores como a Argentina ou o México que, recebendo menor quantidade de divisas pelas exportações, têm dificuldades de investir em outros setores econômicos.
d) considerados subdesenvolvidos que, dependendo da exportação de alguns poucos produtos agrícolas, são prejudicados pelos baixos preços do mercado e pelas políticas protecionistas de alguns países desenvolvidos.
e) grandes importadores como os países da Europa Ocidental que, mesmo exercendo pressões sobre os produtores, são obrigados a pagar preços elevados pelos produtos e gerar crises de abastecimento.

18. (URCA) Sobre o Mercado Comum do Sul: Mercosul. Marque a opção que não está correta.
a) O Mercado Comum do Sul (Mercosul) foi criado em 26/03/1991 com a assinatura do Tratado de Assunção no Paraguai. Os membros deste importante bloco econômico da América do Sul são os seguintes países: Argentina, Brasil, Paraguai, Uruguai e Venezuela (entrou em julho de 2006).
b) Chile, Equador, Colômbia, Peru e Bolívia e México poderão entrar neste bloco econômico, pois assinaram tratados comerciais e já estão organizando suas economias para tanto. Participam até o momento como países associados ao Mercosul.
c) No ano de 1995, foi instalada a zona de livre comércio entre os países membros. A partir deste ano, cerca de 90% das mercadorias produzidas nos países membros podem ser comercializadas sem tarifas comerciais.
d) Em julho de 1999, um importante passo foi dado no sentido de integração econômica entre os países membros. Estabelece-se um plano de uniformização de taxas de juros, índice de déficit e taxas de inflação. Futuramente, há planos para a adoção de uma moeda única, a exemplo do fez o Mercado Comum Europeu.
e) Atualmente, os países do Mercosul juntos concentram uma população estimada em 311 milhões de habitantes e um PIB ( Produto Interno Bruto ) de aproximadamente 2 trilhões de dólares.

19. (Uneal) A associação de países com o objetivo de estabelecer relações comerciais privilegiadas entre si gera um bloco econômico. O NAFTA, um dos importantes blocos econômicos da atualidade, tem como membros:
1) EUA
2) Venezuela
3) México
4) Canadá
5) Reino Unido
6) Costa Rica.
Estão corretas apenas:
a) 1, 2, 3 e 5
b) 2, 3, 4 e 6
c) 2, 3 e 6
d) 1, 3 e 4
e) 1, 2, 4 e 5

20. (Ufrr) Um dos principais assuntos debatidos dentro da OMC refere-se à política protecionista e de
subsídios praticados principalmente pelos países desenvolvidos. Quando um país se sente
prejudicado no comércio internacional, tem o direito de apresentar à OMC pedidos de sanções
contra o país que está infringindo as regras comerciais. Indique a ação que NÃO poderá ser
adotada pela OMC, caso não haja acordo entre as partes envolvidas:
a) Restrições às exportações e importações.
b) Sanções econômicas.
c) Retaliação comercial.
d) Medidas compensatórias.
e) Intervenção militar.

21. (Ufrrj) A Argentina, o Brasil, o Paraguai e o Uruguai formam o Mercosul (Mercado Comum do Sul), o organismo que estabelece as regras e os procedimentos para a integração econômica entre os quatro países. Sobre este bloco econômico, é correto afirmar que
a) integra países com povoamento, dinâmica econômica e nível de renda muito diferentes.
b)estabelece “fronteiras abertas” para o livre deslocamento de pessoas, produtos e capitais.
c) permite a livre circulação dos bens industriais sem restrições e barreiras alfandegárias.
d) restringe os fluxos migratórios devido às rivalidades históricas existentes dentro do bloco.
e) amplia a competitividade do setor agropecuário devido à diferença no valor da terra.

22. (PUCMG) A Guerra entre Rússia e Geórgia implica uma reflexão sobre nacionalismo e globalização. Sobre a construção do sentimento nacional no mundo globalizado, marque a única afirmativa CORRETA.
a) A "implosão" do império soviético nos anos 1990 coincide com o surgimento de uma nova geração de nações diferentes daquelas formadas ao longo das lutas anticoloniais. O sistema capitalista global caracteriza o mundo numa movimentação de unificação em torno das grandes potências.
b) O nacionalismo vem sendo esvaziado do seu sentimento de autonomia com a lembrança, de forma constante, de que o mundo se tornou menor e mais integrado, onde vínculos estreitos são forjados entre as economias e as sociedades, Estados e nações numa "comunidade internacional".
c) A profecia da "aldeia global" de Mc Luhan vem sendo confirmada pela generalização dos meios de transporte de massa e de comunicação eletrônica. Certos símbolos, como o da Coca-cola, tornaram-se universais, invertendo o nacionalismo por universalismo com a ideia de que todos somos um.
d) O desafio contemporâneo é marcado pelo paradoxo da tendência à globalização e à superação desta, criando laços estreitos das nações do mundo entre si por um lado, e, simultaneamente, pelos conflitos que se assentam sobre as identidades políticas e à fragmentação étnica por outro.

23. (CEFET) Sobre a África, analise as seguintes afirmativas.
I. As primeiras eleições multirraciais do país, em 1960, encerraram o apartheid e inauguraram a
democracia no país.
II. Foi retalhada em territórios coloniais a partir do Congresso de Berlim (1884-1885).
III. A crise africana tem raízes políticas e devastadoras conseqüências econômicas. A essência do
problema é a falência dos Estados.
IV. A Guerra Fria teve pouco impacto na evolução política dos Estados africanos.
São corretas:
a) apenas I e II
b) I e III
c) II e III
d) III e IV
c) I, II e IV.

24. (Uneal) A Caxemira é um dos focos de conflito na atualidade. Ela é o pivô de uma disputa entre os seguintes países:
a) China e Índia.
b) Paquistão e China.
c) Paquistão e Índia.
d) Índia, Paquistão e Afeganistão.
e) China, Índia e Paquistão.

25. (Ufpi-específica) Após o término da bipolaridade, que caracterizou o período da Guerra Fria, os conflitos armados:
1 ( ) Diminuíram, devido ao surgimento de outros pólos de poder no mundo.
2 ( ) Diminuíram, como conseqüência da derrota do socialismo soviético.
3 ( ) Aumentaram, devido à retomada de antigas diferenças étnicas e religiosas entre os povos envolvidos.
4 ( ) Aumentaram, em função do crescimento populacional de países envolvidos nos conflitos.

26. (Ufrr)
“(...) os EUA continuam a ser o pais que mais atrai imigrantes no mundo, devido à pujança de sua
economia, às suas amplas fronteiras, à pobreza reinante a partir de sua fronteira com o México e à
proximidade com o Caribe (...). Assim, muitos imigrantes preferem viver em condições ilegais nos
Estados Unidos, pois sabem que ganharão mais do que em seus países de origem, mesmo quando estes atravessam boa fase econômica, como o caso do Mexico nos ultimos anos.”
(BRANCO, M. S. “Integrar ou reprimir?”. In.: Revista Discutindo Geografia. Ano 3, n°15, 2007).
FONTE: Revista Discutindo Geografia, ano 03, no15, 2007.
O texto e a charge retratam a atual situação da questão migratória nos EUA. Após os atentados
terroristas de 11 de setembro de 2001, o governo estadunidense assumiu postura mais radical em
relação à entrada de imigrantes ilegais. Entre as iniciativas repressivas, podemos destacar:
a) A homologação, pelo presidente George W. Bush, da legislação que determina a construção de um muro na fronteira entre os EUA e o México.
b) A assinatura do tratado que proíbe a entrada de qualquer mexicano nos EUA, exceto para os que pretendem estudar nas universidades estadunidenses.
c) A criação de uma força policial constituída pelo governo dos EUA específica para atuar nos países da América Central, sobretudo no México, Costa Rica, Nicarágua e Panamá (diminuindo assim a soberania dos países vizinhos).
d) Em 1990, no governo George Bush, foi promulgada a mais nova lei de imigração (o Immigration Act) que acaba com a concessão do visto de entrada e residência no país (o green card) criado em 1965.
e) Os EUA passaram a conceder somente visto permanente para os latino-americanos que possuam, no mínimo, o terceiro grau completo e tenham algum parentesco com um cidadão estadunidense.

27. (Ufrr)
“Em pleno seculo XXI, as religioes continuam tendo grande influência no contexto social e cultural de diversos países e em amplas regiões do planeta. O poder da fé é de tal magnitude que é capaz de influir em aspectos políticos, sociais e econômicos de nações cujas autoridades, leis ou fronteiras são fortemente delimitadas por questões religiosas. Além disso, variados conflitos no mundo nos últimos tempos têm sua origem em divergências religiosas. (...) Jerusalém é a cidade sagrada de três grandes religiões (...). Os três credos têm em Jerusalém marcos básicos de sua doutrina e de sua historia.
” (In.: Atlas Geográfico Mundial — para conhecer melhor o mundo em que vivemos — vol.01
Mundo. Barcelona: Editorial Sol 90, 2005.)
O texto acima apresenta Jerusalém como a cidade sagrada de três religiões. São elas:
a) judaísmo, hinduísmo e islamismo
b) judaísmo, cristianismo e islamismo
c) judaísmo, budismo e islamismo
d) judaísmo, confucionismo e islamismo
e) judaísmo, xintoísmo e islamismo

28. (Trevisan) A pretensão do Islã de criar Estados islâmicos e tornar-se uma nova força mundial, exigindo uma unidade entre religião e política nos países por ele governados, pode ser designada como
a) fundamentalismo.
b) laicização.
c) racionalismo.
d) modernismo.
e) positivismo.

29. (Uece) Localizado no sudoeste do continente asiático, o Oriente Médio é um território limitado pelos
mares Negro, Mediterrâneo e Vermelho, pelo Golfo Pérsico e pelo Mar Arábico, no Oceano Índico. Em termos geopolíticos é considerado como um barril de pólvora devido ao complexo e explosivo clima político, fundamentado por princípios religiosos que orientam permanentes conflitos. Sobre o território em questão, assinale o INCORRETO.
a) Nele se concentra a maior riqueza do continente asiático. Localizados no Golfo Pérsico, os seus lençóis petrolíferos são considerados os maiores do globo terrestre.
b) A Faixa de Gaza e a Cisjordânia constituem as principais áreas de conflitos entre árabes e judeus, palcos de sangrentas manifestações travadas entre radicais islâmicos, bem como, de radicas israelitas
que não desejam a formação de um estado palestino.
c) O fundamentalismo islâmico, cujo ideário é a revogação dos costumes modernos e a aplicação da lei corânica à vida cotidiana, bem como, uma rejeição completa ao mundo moderno, galgaram o cenário político do Oriente Médio, a partir da Revolução Xiita iraniana, em 1979.
d) Com exceção do Líbano, onde a maioria da população segue o judaísmo, os demais países do Oriente Médio professam o islamismo como religião.

30. (Ufam) O sistema de castas, apesar de extinto por lei, ainda se mantém vivo na cultura do povo:
a) druso
b) chinês
c) muçulmano
d) indiano
e) turco

31. (Unesp) A divisão territorial da ex-Iugoslávia originou seis novos países. Assinale a alternativa que contém o nome destes países e sua localização geográfica.
a) República Tcheca, Eslovênia, Macedônia, Croácia, Sérvia, Montenegro; Europa do Sul.
b) Albânia, Macedônia, Bósnia, Croácia, Sérvia, Montenegro; Europa Ocidental.
c) Romênia, Croácia, Eslovênia, Bósnia, Sérvia, Montenegro; Europa do Norte.
d) Bósnia, Macedônia, Croácia, Eslovênia, Sérvia, Montenegro; Europa Oriental.
e) Bulgária, Bósnia, Eslovênia, Macedônia, Sérvia, Montenegro; Europa Mediterrânea.

32. (Espm) Após anos de violência, a Sérvia assistiu em dezembro de 2006 ao plebiscito na região para decidir sobre o futuro da soberania do sul. No momento, a região está sob intervenção da Otan. A Albânia, interessada direta na questão, acompanha de perto o pleito.
A região em questão é:
a) Bósnia Herzegóvina.
b) Montenegro.
c) Krajina.
d) Voivodina.
e) Kossovo.

33. (Espm) Observe o texto e o mapa a seguir:
A partir de amanhã, soldados e policiais de Israel desarmados vão passar de porta em porta nos assentamentos judaicos (...) e notificar os moradores de que a permanência em suas casas depois desta quarta-feira será ilegal e que serão retirados à força. O plano envolve a transferência de 8.500 pessoas, 38 sinagogas e 48 túmulos.
(Folha de S. Paulo, 15/08/05)

A região em questão, alvo de disputas entre palestinos e judeus desde 1967, e devolvida em agosto à Autoridade Palestina, está representada com o número:
a) 1
b) 4
c) 2
d) 3
e) 2 e 3

34. (Fatec) Povo de maioria muçulmana, ocupando trechos de vários países e que, no início do ano de 2003, foi envolvido na Guerra do Iraque. Esse povo constitui hoje o maior grupo étnico - cerca de 24 milhões de pessoas - sem Estado no mundo. Reivindica a formação de seu próprio país.
Trata-se dos:
a) bascos.
b) curdos.
c) chechenos.
d) albaneses.
e) bósnios.

35. (Pucpr) A civilização árabe, predominantemente islâmica, constitui-se de dezenas de estados e nações, totalizando um pouco mais de um bilhão de pessoas. O islamismo é atualmente a religião predominante nas seguintes regiões do mundo, EXCETO:
a) A África Saariana
b) As ilhas que compõem a Indonésia.
c) O Oriente Médio.
d) A África Meridional.
e) As ex-repúblicas soviéticas da Ásia Central, como o Casaquistão e o Uzbequistão, entre outros.

36. (Uff) O processo de integração dos países da Europa Ocidental não tem evitado que velhos conflitos reapareçam e imprimam sua marca de violência no interior de estados nacionais. Isto fica evidente ao se observar:
a) as imposições do partido nacional flamengo, exigindo um parlamento independente da Inglaterra;
b) a escalada do regionalismo político na Alemanha por parte de grupos separatistas neonazistas;
c) as reivindicações de autonomia no sul da Itália (Padânia) por parte dos partidos locais;
d) a ascensão dos grupos paramilitares de origem corsa, que reclamam sua autonomia nacional perante a Bélgica;
e) a ofensiva do grupo ETA que reivindica a independência da histórica região basca, localizada entre o norte da Espanha e o sudoeste da França.

37. (Ufg) Leia o trecho do artigo de Demétrio Magnoli.
As etnias hutus e tutsis foram inventadas pelo poder colonial europeu, que encontrou uma sociedade organizada em torno de um rei de caráter sagrado, cuja autoridade se baseava numa aristocracia de proprietários de rebanhos (os tutsis) que subordinava a massa de camponeses (os hutus). Toda sociedade ligava-se por laços de dependência pessoal, que asseguravam certa coesão. Tudo começou com o censo, que registrou as duas “etnias”. Em 1926, o governo colonial emitiu documentos de identidade com rótulos “tutsi” e “hutu”. Manuais vulgares repetem, até hoje, narrativas históricas que opõem as etnias, usando, para tanto, razões científicas.
MAGNOLI, D. O país das cotas e do genocídio. Folha de S. Paulo, 19 ago. 2005. Ilustrada. [Adaptado].
O autor discute a relação entre os dois grupos envolvidos no conflito ocorrido em 1994, em Ruanda. Sobre a emergência desse conflito contemporâneo, pode-se afirmar que
a) o desacordo era anterior ao colonialismo, pois historicamente tutsis e hutus disputavam a posse da terra.
b) a distinção entre tutsis e hutus reforçou a oposição ao domínio colonial europeu.
c) o discurso histórico desqualificou a sacralidade da figura real, induzindo os grupos à rivalidade.
d) a exploração dos proprietários de rebanhos sobre os camponeses definia as relações étnicas.
e) as identificações étnicas, patrocinadas por ação governamental, fermentaram o conflito e o massacre.

38. (Unifesp) Segundo dados do Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados, os refugiados chegaram a 9,9 milhões em meados de 2007. O país assinalado no mapa. Observe o mapa-múndi.


Trata-se
a) da Síria, que abriga refugiados da Palestina e do Líbano.
b) do Paquistão, que abriga refugiados da Índia e da China.
c) do Irã, que abriga refugiados do Iraque e do Afeganistão.
d) do Iraque, que abriga refugiados da Síria e do Afeganistão.
e) da Turquia, que abriga refugiados do Iraque e do Irã.

Gabarito:
01. D
02. D
03. C
04. B
05. C
06. E
07. B
08. C
09. D
10. D
11. C
12. C
13. E
14. D
15. A
16. A
17. D
18. B
19. D
20. E
21. A
22. D
23. C
24. C
25. F-F-V-F
26. A
27. B
28. A
29. D
30. D
31. D
32. E
33. D
34. B
35. D
36. E
37. E
38. C

3 comentários:

Anônimo disse...

gostei muito das questões

Carlos disse...

Rodrigo,
Sou o Carlos e utilizei do seu acervo de questões (que é muito bom) para trabalhar com os meus alunos, pois sou professor de Geografia e também tenho princípios Anárquicos. Enfim, em respeito ao seu trabalho em produzir esse blog, gostaria de lhe enviar um trabalho de Doutorado apresentado por um colega meu a UNESP. O titulo é: "Pedagogia anarquista e o ensino de Geografia: conquistando cotas de liberdade" por Antônio Sobreira. Se quiser é só me mandar um é-meio (carlosantropofilo@gmail.com) e lhe encaminho esse trabalho, belê? Obrigado e até mais

Anônimo disse...

VERY GOOD QUESTIONS OF VESTIBULAR. kkkkkkkkkkkkkkkkkkk